terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Crianças ao pôr do sol

De repente tudo ficou brilhante,colorido,vibrante.
De repente o som se fez mais cristalino,
O sorriso espontâneo.
O brilho no olhar a cada descoberta,
O grito de alegria a cada surpresa.
Como por encanto o mundo ficou mais tolerável.
A magia da inocência, magia do crer,
Magia de aceitar tudo como realmente é.
Sonhos que cabem em um dia, em horas.
Felicidade traduzida em presentes.
Vida infinitamente feliz.

Lumar(16/12/08)

2 comentários:

CEFT-Bam disse...

Por isso eu fico com a pureza darespoista das crianças: é a vida, é bonita e é bonita....

Valentina disse...

Lú, quando você disse que tinha feito um poema lindo você mentiu, não é lindo, é incrivel!!