quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Água descendo pela garganta
Molhando as palavras secas que você guardou pra mim.
Preciso de mais, preciso de ar, preciso ir.

Água molhando o pé da planta
descendo pela terra onde você me jogou
por me querer amarrado
de mãos atadas
vivendo a sua vida
sem ter como sentir.

Água me levando longe.
Água me fazendo sonhar.

Marquinho Mota

Um comentário:

Lucia Helena disse...

Muito boa!!!!!
Muito demais!!!
Parabéns!!!!!!!!!
Beijos