quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Caliente

Inquietude da longa espera.

Calor que emana da terra mãe.

Vento quente que sopra a agonia dos pássaros,

das águas, das matas, dos seres viventes.

Tarde ensolarada de respiração diminuta.

O brilho exagerado que traz piscar constante.

Suor brotando do corpo quente.

Temperatura alta,

De pensamentos eróticos,

exóticos... instigantes.

Não tem gota de chuva.

Só o desejo para umedecer lábios.

Inquietude...

Lenta tarde.

Lumar(14/10/09)

Um comentário:

Ronaldo disse...

O calor mexe com as pessoas de varias formas, com você trás inspiração.