quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Sem fronteira

O calor derretendo minhas barreiras.
O espaço estreitando teu e meu corpo,
respiração lenta, ofegante, sedutora.
Sede de língua salivada.
Vai e vem de sensações,
sentidos, sentimentos.
Pele saborizada de querer.
O tempo um louco desejo,
a vida longo prazer.

Lumar(18/11/09)

Um comentário:

Ronaldo disse...

"Pele saborizada de querer".

Quanto desejo, quanto querer, quanto calor, quanto fogo, quanto demais..!