sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Vôo da bruxa

Nessa noite
nuvens prateadas,
vento frio
embalando meu sono.

E o meu vazio interior,
está cheio de letras,
está cheio de saudades,
está repleto dos teus sons.

Nessa noite,
estranhos desejos,
meu pulsar inteiro
chama por ti..

Vagueia minha alma,
em espaços diversos.
Te busco, te acho, te tenho,
guardo em mim.

E a lua como pipa,
flutua, brilha, instiga,
me faz transcender,
transgredir.

E me deixa ser tua,
teu ar, teu estar, teu sentir,
bem dentro de mim.

Lumar(05/11/09)

Um comentário:

Ronaldo disse...

Ainda acho que o nome dessa poesia devia ser outro, mas tudo bem é linda assim mesmo.